Rizobactérias e desenvolvimento de mudas a partir de estacas semilenhosas de oliveira

  • Talita de Novais Mariosa Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
  • Eliane Guimarães Pereira Melloni Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
  • Rogério Melloni Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
  • Gustavo Magno dos Reis Ferreira Universidade Federal de Lavras (Ufla)
  • Suemis Maria Parenti de Souza Universidade Federal de Lavras (Ufla)
  • Luiz Fernando de Oliveira da Silva Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG).

Resumo

 O enraizamento de estacas semilenhosas de oliveira, durante o desenvolvimento de mudas, ainda é considerado baixo. Estudos têm demonstrado que rizobactérias, pela produção de hormônios, principalmente ácido indolacético (AIA), podem atuar no enraizamento. Este estudo objetivou avaliar o potencial de isolados de rizobactérias (32, 39, 42 e 48) e das estirpes-tipo Azospirillum brasilense (BR 11001t), Azospirillum amazonense (BR 11040t), Herbaspirillum seropedicae (BR 11175t) e Burkholderia brasilensis (BR 11340t) de promoverem o enraizamento e desenvolvimento de mudas de oliveira, a partir de estacas semilenhosas da cultivar Grappolo 541. Os isolados e estirpes-tipo apresentaram produção de AIA in vitro variando de 200 a 1.406 μg mL-1, sendo os isolados 39 e 48 os maiores produtores. No entanto, não houve correlação entre produção de AIA obtida in vitro e o enraizamento. A estirpe-tipo H. seropedicae (BR 11175t), pelo incentivo no crescimento das raízes, apresentou potencial de utilização no enraizamento e desenvolvimento de estacas de oliveira da cultivar Grappolo 541, comparado ao hormônio ácido indolbutírico (AIB), comercialmente utilizado na formação de mudas.

Biografia do Autor

Talita de Novais Mariosa, Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
Graduação em Ciências biológicas. Especialização em Gestão Ambiental. Mestrado em Meio Ambiente e Recurso Hídricos pelo Universidade Federal de Itajubá.
Eliane Guimarães Pereira Melloni, Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
Graduação em engenheira agronômica, mestre e doutora em Agronomia. Professora associada II da Universidade Federal de Itajubá (Unifei).
Rogério Melloni, Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
Graduação em Engenharia Agronômica pela ESALQ/USP mestrado em Solos e Nutrição de Plantas também pela ESALQ e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela UFLA. Professor associado IV da Universidade Federal de Itajubá.
Gustavo Magno dos Reis Ferreira, Universidade Federal de Lavras (Ufla)
Graduação em Ciências Biológicas. Mestrado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Doutorando em Microbiologia Agrícola.
Suemis Maria Parenti de Souza, Universidade Federal de Lavras (Ufla)
Graduação em Nutrição e complementação em Ciências Biológicas. Mestranda em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras.
Luiz Fernando de Oliveira da Silva, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG).
Graduação em Engenharia Agrônomica, mestre e doutor em Fitotecnia/Fruticultura. Atualmente é Pesquisador na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) locado na Campo Experimental de Maria da Fé (CEMF).

Referências

BALDANI, J. L.; BALDANI, V. L. D. History on the biological nitrogen fixation research in graminaceous plants: special emphasis on the Brazilian experience. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 77, p. 549-579, 2005.

BALDOTTO, L. E. B.; BALDOTTO, M. A.; OLIVARES, F. L.; VIANA, A. P.; BRESSAN-SMITH, R. Seleção de bactérias promotoras de crescimento no abacaxizeiro cultivar Vitória durante a aclimatização. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 34, p. 349-360, 2010.

BHARUCHA, U.; PATEL, K.; TRIVEDI, U. B. Optimization of indole acetic acid production by Pseudomonas putida UB1 and its effect as plant growth-promoting rhizobacteria on mustard (Brassica nigra). Agriculture Research, v. 2, p. 215-222, 2013.

COUTINHO, E. F. ; RIBEIRO, F. C.; CAPELLARO, T. H. Cultivo de Oliveira (Olea europaea L.). Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2009, 125 p.

ERTURK, Y.; ERCISLI, E.; HAZNEDAR, A.; CAKMAKCI, R. Effects of plant growth promoting rhizobacteria (PGPR) on rooting and root growth of kiwifruit (Actinidfia deliciosa) stem cuttings. Biology Research, v. 43, p. 91-98, 2010.

FERREIRA, D.F. Sisvar: um programa para análises e ensino de estatística. Symposium, v. 6, p. 36-41, 2008.

FERREIRA, G. M. R.; MELLONI, R.; SILVA, L. F. O.; MARTINS, F. B.; GONÇALVES, E. D. Fungos micorrizicos arbusculares no desenvolvimento de mudas de oliveira (Olea europaea L.) cultivadas no sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 39, p. 361-366, 2015.

GALDIANO JÚNIOR, R. F. Isolamento, identificação e inoculação de bactérias produtoras de auxinas associadas às raízes de orquídeas. 2009. 67 p. Dissertação (Mestrado – Agronomia - Genética e Melhoramento de Plantas) - FCAV) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2009.

JIM, H.; YANG, X. Y.; YAN, Z. Q.; LIU, Q.; LI, X. Z.; CHEN, J. X.; ZHANG, D. H.; ZENG, L. M.; QIN, B. Characterization of rhizosphere and endophytic bacterial communities from leaves, stems and roots of medicinal Stellera chamaejasme L. Systematic and Applied Microbiology, v. 37, p. 376-385, 2014.

KUSS, A. V.; KUSS, V. V.; LOVATO, T.; FLORES, M. L. Fixação de nitrogenio e produção de ácido indolacético in vitro por bactérias diazotróficas endofíticas. Pesquisa Agropecuária Brasileria, v. 42, p. 1459-1465, 2007.

LAZAJ, A.; RAMA, P.; VUKSANI, G. The interaction of season collection of cuttings, indol butyric acid (IBA) and juvenility factors on root induction in Olea europaea L. cultivar kokerr madhi beratit. Albanian Journal Agriculture Science, v. 14, p. 41-46, 2015.

MADIGAN, M. T.; MARTINKO, J. M.; DUNLAP, P. V.; CLARK, D. P. Microbiologia de Brock. 12. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 1160 p.

MAYER, A. M. Determination of indole acetic acid by the Salkowsky reaction. Nature, v. 162, p.1670-1671, 1958.

MOHITE, B. Isolation and characterization of indole cetic acid (IAA) producing bacteria from rhizospheric soil and its effects on plant growth. Journal of Soil Science and Plant Nutrition, v. 13, p. 638-649, 2013.

MONTERO-CALASANZ, M. C.; SANTAMARIA, C.; ALBAREDA, M.; DAZA, A.; DUAN, J.; GLICK, B. R.; CAMACHO, M. Alternative rooting induction of semi-hardwood olive cuttings by several auxin-producing bacteria for organic agriculture systems. Spanish Journal of Agricultural Research, v. 11, p. 146-154, 2013.

OLIVEIRA, M. C.; NETO, J. V.; PIO, R.; OLIVEIRA, A. F.; RAMOS, J. D. Enraizamento de estacas de oliveira submetidas a aplicação de fertilizantes orgânicos e AIB. Ciências Agrotécnicas, v. 34, p. 337-344, 2010.

OLIVEIRA, M. C.; PIO, J. D. R.; SANTOS, V. A.; SILVA, F. E. R. Enraizamento de estacas em cultivares de oliveiras promissores para a Serra da Mantiqueira. Revista Ceres, v. 59, p. 147-150, 2012.

PIO, R.; COSTA, F. C.; CURI, P. N.; MOURA, P. H. A. Enraizamento de estacas lenhosas de cultivares de kiwizero. Scientia Agraria, v. 11, p. 271-174, 2010.

RUZI, M.; AROCA, R. Plant growth-promoting rhizobacteria act as biostimulants in horticulture. Scientia Horticulturae, v. 196, p. 124-134, 2015.

SARA, P.; SILVA, M. D. R. G.; CABRITA, M. J.; AZADI, P. Reviewing current knowledge on olive (Olea europaea L.) adventitious root formation. Scientia Horticulturae, v. 198, p. 207-226, 2016.

SAUER, M.; ROBERT, S. ; KLEIN-VEHN, J. Auxin: simply complicated. Journal of Experimental Botany, v. 64, p. 2565–2577, 2013.

SAYED, S. A. A.; EL-NAGGAR, A. I. Promotion of rooting and growth of some types of bougainvilleas cutting by plant growth promoting rhizobacteria (PGPR) and arbucular mycorrhizal fungi (AMF) in combination whit indole-3-butyric acid (IBA). International Journal of Science and Research, v. 3, p. 97-108, 2014.

SILVA, L. F. O.; OLIVEIRA, A. F.; PIO, R.; ZAMBON, C. R.; OLIVEIRA, D. L. Enraizamento de estacas semilenhosas de cultivares de oliveira. Bragantia, v. 71, p. 488-492, 2012.

SILVA, T. F. Diversidade e potencial de utilização de bactérias diazatróficas não simbióticas no enraizamento de estacas semilenhosas de oliveira (Olea europaea L.). 2011. 80 f. Dissertação (Mestrado em Meio ambiente e Recursos hídricos) – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2011.

ZHAO, Y. Auxin biosynthesis and its role in plan development. Annual Review of Plant Biology, v. 61, p. 49-64, 2011.

Publicado
2018-04-17
Seção
Artigos Científicos