Distribuição espacial da resistência do solo à penetração em pomar de citros análise exploratória

Artigo principal Conteúdo

Adriana Aparecida Ribon João Tavares Filho Kathleen Lourenço Fernandes Amanda Romeiro Alves Clarice Backes Alesandro José Marques Santos

Resumo

Com o objetivo de estudar a distribuição espacial da resistência do solo à penetração em cultura perene (citrus), foram coletadas 144 amostras regularmente distribuídas em grid e transect. Os dados caracterizados por resistência do solo à penetração e agrupados em camadas de solo (0,1 m) foram analisados estatisticamente evidenciando a não normalidade das distribuições. Os dados originais foram transformados e gráficos de média-variância foram utilizados para verificar a estacionalidade exigida. A simples transformação logarítmica não resultou na homogeneidade da variância, sendo que o polimento por mediana apresentou melhor resultado, sem, porém, resultar numa distribuição normal dos dados. Os semivariogramas mostraram diferentes estruturas espaciais. Tal fato pode indicar que a simples determinação da variabilidade espacial de dados sem prévia verificação da hipótese intrínseca, é susceptível a influências outras que não a verdadeira variabilidade espacial da propriedade em questão.

Detalhes do Artigo

Como Citar
RIBON, Adriana Aparecida et al. Distribuição espacial da resistência do solo à penetração em pomar de citros análise exploratória. Revista de Ciências Agrárias/Amazonian Journal of Agricultural and Environmental Sciences, [S.l.], v. 60, n. 4, p. 335-342, abr. 2018. ISSN 2177-8760. Disponível em: <http://periodicos.ufra.edu.br/index.php/ajaes/article/view/2519>. Acesso em: 26 maio 2018.
Seção
Artigos Científicos

Referências

BEUTLER, A. N.; CENTURION, J. F.; FREDDI, O. S.; ANDRIOLLI, I. Efeito da compactação do solo na estabilidade de agregados e no conteúdo de água. Biological Sciences, Maringá, v. 27, n. 2, p.193-198, 2005.

BOTTEGA, E. L.; BOTTEGA, S. P.; SILVA, S. A.; QUEIROZ, D. M.; SOUZA, C. M. A.; RAFULL, L. Z. L. Variabilidade espacial da resistência do solo à penetração em um Latossolo Vermelho distroférrico. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 6, n. 2, p. 331-336, 2011.
CARDINA, J.; SPARROW, D.H. & MCCOY, E.L. Analysis of spatial distribution of common lambsquarters (Chenopodium album) in no-till soybean (Glycine max). Weed Science. Champaing, v.43, p.258-268, 1995.
CARVALHO, O. S.; GASCO, J. M.; LOPÉZ, F. G.; REQUEIJO, A. S. Variabilidade espacial de algumas propriedades químicas e físicas de um solo submetido a diferentes. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa - MG, v. 22, p.497-503, 1998.

CENTURINON, J. F.; CENTURION, M. A. P. C.; BEUTLER, A. N.; ROSSINI, L. A.; FREDDI, O. S.; SOUZA NETO, E. L. Compactação do solo no desenvolvimento e na produção de cultivares de soja. Científica, Jaboticabal-SP, v. 34, n. 2, p.203-209, 2006.

COELHO, Daniela Siqueira; CORTEZ, Jorge Wilson; OLSZEVSKI, Nelci. Variabilidade espacial da resistência mecânica à penetração em Vertissolo cultivado com manga no perímetro irrigado de Mandacaru, Juazeiro, Bahia, Brasil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 3, p. 755-763, 2012.

DALCHIAVON, F. C., CARVALHO, M. D. P., NOGUEIRA, D. C., ROMANO, D., ABRANTES, F. L., ASSIS, J. T. D., & OLIVEIRA, M. S. D. Produtividade da soja e resistência mecânica à penetração do solo sob sistema plantio direto no cerrado brasileiro. Pesquisa Agropecuária Tropical, p.08-19, 2011.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Brasília, 2013. 353p.

GOOVAERTS, P. Geostatisticas for natural resources evaluation. 1.ed. New York, Oxford Uni. Press,. 483 p, 1997.

GREGO, C. R.; VIEIRA, S R. Variabilidade espacial de propriedades físicas do solo em uma parcela experimental. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa-MG, v. 29, n. 2, p.169-177, 2005.

HAMLETT, J.M.; HORTON, R. & CRESSIE, N.A.C. Resistant and exploratory techniques for use in semivariogram analyses. Soil Science Society of America Journal. Medison, v.50, p.868-875, 1986.

MALLANTS, D.; MOHANTY, B.; JACQUES, D. & FEYEN, D.J. Spatial variability of hydraulic properties in a multi-layered soil profile. Soil Science. Medison, v.161, p.167-181. 1996.

MION, R. L., NASCIMENTO, E. M. S., DE LIMA SALES, F. A., DA SILVA, S. F., DUARTE, J. M. L., & DE SOUSA, B. M. Variabilidade espacial da porosidade total, umidade e resistência do solo à penetração de um Argissolo amarelo. Semina: Ciências Agrárias, v.33, p.2057-2066, 2012.

PERFECT, E.; GROENEVELT, P.H.; KAY, B.D. & GRANT, C.D. Spatial variability of soil penetrometer measurements at the mesoscopic scale. Soil & Tillage Research. United States, v.16, p.257-271, 1997.

RAMSEY, F.L. & SCHAFER, D.W. The statistical sleuth: A course in methods of data analysis. 1.ed. Belmont, Duxbury Press,. 742 p., 1996.

STOLF, R.. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa-MG v.15, p.249-252, 1991.

STOLF, R.; FERNANDES, J. & FURLANI, V.L.. Penetrômetro de impacto modelo IAA/Planalsucar. Stolf: recomendação para seu uso. STAB-Açúcar, Álcool e Subprodutos, Piracicaba-SP, p.18-23, 1983.
WEBSTER, R. & OLIVER, M.A. Sample adequately to estimate variograms of soil properties. Journal Soil Science. John Wiley, v.43, p.177-192. 1992.
WENDROTH, O.; JÜRSCHIK, P.; KERSEBAUM, K. C.; REUTER, H.; VAN KESSEL, C.; NIELSEN, D. R.. Identifying, understanding and describing spatial processes in agricultural landscapes – four case studies. Soil & Tillage Research, Oxford, v. 58, n. 3-4, p. 113-127, 2001.