Dissimilaridade morfológica baseada na distância de Mahalanobis entre progênies de açaizeiro provenientes de Anajás, PA

  • Gilberto Ken Iti Yokomizo Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.
  • João Tomé de Farias Neto Embrapa Amazônia Oriental
  • Maria do Socorro Padilha de Oliveira Embrapa Amazônia Oriental

Resumo

O consumo do suco de açaí tem aumentado no país e no exterior, principalmente por ser um alimento funcional, havendo a necessidade de pesquisas de melhoramento para atender essa crescente demanda. Com o objetivo de avaliar a dissimilaridade para fins de seleção, 30 progênies de meios-irmãos de açaizeiros provenientes do município de Anajás e cultivadas em Tomé-Açu, Pará, foram avaliados para as seguintes características: peso médio do cacho (PMC), em gramas; peso total de frutos (PTF), em gramas; peso médio do cacho vazio (PMCV), em gramas; tamanho médio da ráquis/cacho (TMR), em centímetros; peso médio de 100 frutos (PCF), em gramas; número total de cachos (NTC) e; peso total do cacho (PTC), sendo obtida pela multiplicação entre PMC e NTC. Os resultados mostram que não houve relações de CVg/CVe acima de 0,70; PMCV e PCF juntas foram responsáveis por 58,514% a 65,394% da diversidade total; no fenograma de dissimilaridade os dois grupos maiores englobaram 76,7% e 86,7% das progênies nos limites de dissimilaridade de 50 e 70%, respectivamente. As conclusões são de que houve interação GxE significativa em todas as características, com maior contribuição dos efeitos ambientais; a relação CVg/CVe nas características avaliadas mostram ganhos genéticos baixos na seleção; PTF, TR e PMC podem ser descartadas e PMCV e PCF devem ser mantidas; em todas as características existe divergência entre as progênies para a escolha de parentais a serem envolvidos em cruzamentos dirigidos e; as progênies não se classificaram de forma sequencial no fenograma de dissimilaridade.

Biografia do Autor

Gilberto Ken Iti Yokomizo, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1991), mestrado em Agronomia (área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1994) e doutorado em Agronomia (área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é pesquisador da Embrapa Amapá. Pós-Doutor em Agronomia (área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (2008). Docente nos cursos de pós-graduação (mestrados) em Desenvolvimento Regional da UNIFAP de 2005 até 2015; pesquisador associado do doutorado do BIONORTE do MCT. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Quantitativa e Melhoramento Genético Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: soja, cobertura verde, palmito de pupunheira, açaizeiro, ornamentais tropicais e mangabeiras.
João Tomé de Farias Neto, Embrapa Amazônia Oriental
Possui graduação em Engenharia Agronomica pela Universidade Federal Rural da Amazônia (1981), mestrado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1986) e doutorado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1995). Atualmente é pesquisador do Centro de Pesquisa Agroflorestal da Amazonia Oriental. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Melhoramento Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: amazônia, espécie frutifera, eespécie frutífera, euterpe oleracea e genética quantitativa.
Maria do Socorro Padilha de Oliveira, Embrapa Amazônia Oriental
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural da Amazônia (1983); graduação em Engenharia Florestal pela, também, Universidade Federal Rural da Amazônia (1987); mestrado em Botânica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1995) e doutorado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade Federal de Lavras (2005). É pesquisador concursado da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Unidade Embrapa Amazônia Oriental; desde 1987, sendo atualmente pesquisador A. Professor permanente do Curso de Pós-Graduação em Biotecnologia Aplicada à Agropecuária da Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA, desde agsoto de 2012. Tem experiência em recursos genéticos e melhoramento de palmeiras nativas da Amazônia, atuando principalmente, com as espécies: Euterpe oleracea, Bactris gasipaes, Astrocaryum vulgare, Jessenia bataua e espécies do gênero Oenocarpus. 1ª Colocada no Prêmio FINEP-2006 da Região Norte e Finalista do Prêmio FINEP-2006 Nacional.

Referências

BORÉM, A.; MIRANDA G.V. Melhoramento de plantas. 6ed. Viçosa: Editora UFV. 2013. 523 p.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J.; CARNEIRO, P. C. S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa, MG: UFV. v.1, 2012a. 514 p.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J.; CARNEIRO, P. C. S. Divergência genética. In: CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J.; CARNEIRO, P. C. S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa, MG: UFV. Cap. 09, v.1, 2012b. p. 392-453.

CRUZ, C.D. GENES - a software package for analysis in experimental statistics and quantitative genetics. Acta Scientiarum, v. 35, n. 3, p. 271-276, 2013.

DIMENSTEIN, L.; FARIAS NETO, J. T. Dados preliminares para a produção de frutos em açaizeiros sob irrigação em terra firme no Estado do Pará. In: DIMENSTEIN, L.; FARIAS NETO, J. T. Irrigação e fertirrigação em fruteiras. Fortaleza: Instituto Frutal, 2008. p. 139-144.

FARIAS NETO, J. T.; OLIVEIRA, M. S. P.; MULLER, A. A.; NOGUEIRA, O. L.; ANAISSI, D. F. S. P. Variabilidade genética em progênies jovens de açaizeiro. Cerne, v. 11, n. 4, p. 336-341, 2005.

FARIAS NETO, J. T.; RESENDE, M. D. V.; OLIVEIRA, M. S. P. Seleção simultânea em progênies de açaizeiro irrigado para produção e peso do fruto. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 33, n. 2, p. 532-539, 2011.

FARIAS NETO, J.T.; MÜLLER, A.A.; OLIVEIRA, M.S.P.; ESPÍRITO SANTO, D.E.; SILVA, M.A. Variabilidade genética entre duas procedências de açaizeiro (Euterpe oleracea Martus). Boletim de Pesquisa Florestal, v. 46, p. 97-104, 2003.

GALATE, R.S.; MOTA, M.G. DA C.; GAIA, J.M.D.; COSTA, M. DO S.S. Distância fenotípica entre matrizes de açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) procedentes do nordeste do Pará. Semina: Ciências Agrárias, v. 35, n. 4, p. 1667-1682, jul./ago. 2014.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura 2013. Rio de Janeiro: IBGE, v. 28, 66 p. 2013.

OHASHI, S.T.; KAGEYAMA, P.Y. Variabilidade genética entre populações de açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) do estuário amazônico. In: MOURÃO, L.; JARDIM, M.A.; GROSSMANN, M. (eds). Açaí: possibilidade e limites em processos de desenvolvimento sustentável no estuário amazônico. Belém: CEJUP. 2004. p.11-26. 2004.

OLIVEIRA, M. S. P. de; FERNANDES, G. L. C. Repetibilidade de caracteres do cacho de açaizeiro nas condições de Belém, PA. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 23, p. 613-616, 2001.

OLIVEIRA, M. S. P.; FERREIRA, D. F.; SANTOS, J. B. Divergência genética de açaizeiro fundamentada em descritores morfoagronômicos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 4, p. 501-506, abr. 2007.

RESENDE, M. D. V. Genética biométrica e estatística no melhoramento de plantas perenes. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2009. 975 p.

RESENDE, M. A.V. de; FREITAS, J. A.; LANZA, M. A.; RESENDE, M. D. V.; AZEVEDO, C. F. Divergência genética e índice de seleção via BLUP em acessos de algodoeiro para características tecnológicas da fibra. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 44, n. 3, p. 334-340, jul./set. 2014

SCHEFFER-BASSO, S.M.; ORSATO, J.; MORO, G.V.; ALBUQUERQUE, A.C.S. Divergência genética em germoplasma de aveias silvestres com base em caracteres multicategóricos e quantitativos. Revista Ceres, v. 59, n. 5, p. 654-667, 2012.

SEARLE, S. R.; GRUBER, M. H. J. Linear Models. 2nd ed. New York: John Wiley & Sons, 2016. 832 p.

SINGH, D. The relative importance of characters affecting genetic divergence. Indian Journal of Genetics and Plant Breeding, v. 41, n. 02 p. 237-245, 1981.

VALENTE, M.A.; WATRIN, O. dos S; CASTRO, A.R. da C. Mapeamento Detalhado dos Solos da Fazenda Experimental da Embrapa Amazônia Oriental em Tomé-Açu, PA. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 2014. 33 p. (Documentos, 405).

VENTURA, H.T.; LOPES, P.S.; PELOS, J.V.; GUIMARÃES, S.E.F.; CARNEIRO. A.P.S.; CARNEIRO, P.L.S. Use of multivariate analysis to evaluate genetic groups of pigs for dry-cured ham production. Livestock Science, v. 148, p. 214-220, 2012.

Publicado
2018-04-17
Seção
Artigos Científicos

Artigos mais lidos pelo(s) mesmo(s) autor(es)