Rendimento por peneiras de classificação e vigor em resposta às épocas de colheita de sementes de soja

  • Vanderléia Mathias Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC
  • Cileide Maria Medeiros Coelho Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC
Palavras-chave: Glycine max, Produtividade, Viabilidade

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar o desempenho no rendimento por peneiras de classificação e vigor de sementes em resposta às épocas de colheita de cultivares de soja. O experimento foi conduzido na safra agrícola 2015/16, com delineamento experimental em blocos casualizados com parcelas subdivididas; o procedimento foi repetido quatro vezes. Nas parcelas foram distribuídas as cultivares NA 5909 RG, BMX Ativa RR, BMX Vanguarda IPRO, NS 5959 IPRO, enquanto as subparcelas, às épocas de colheitas, iniciaram na maturidade fisiológica, R7, seguindo de R7 + 5 dias, R7 + 10 dias, R7 + 20 dias. Foram determinados a produtividade (kg ha-1), os componentes de produtividade, as características agronômicas, rendimento de peneiras, a viabilidade e o vigor de sementes. As cultivares apresentaram efeito significativo para a produtividade, os componentes de produtividade, as características agronômicas e o rendimento de peneiras. A produtividade variou de 4051,6 kg ha-1 (cultivar BMX Vanguarda IPRO) para 4671,7 kg ha-1 (BMX Ativa RR). As cultivares e épocas de colheita apresentaram efeito significativo para a viabilidade e o vigor. Todas as cultivares apresentaram desempenho positivo na manutenção da produtividade. As peneiras com maior rendimento foram 6.0 e 6.5 mm. A cultivar NA 5909 RG manteve o vigor ao longo da fase de dessecação, mostrando-se promissora para obtenção de sementes de alto vigor.

Referências

AMORIM, F. A.; HAMAWAKI, O. T.; SOUSA, L. B.; LANA, R. M. Q.; HAMAWAKI, C. D. L. Época de semeadura no potencial produtivo de soja em Uberlândia-MG. Semina: Ciências Agrárias, v. 32, n. 1, p. 1793-1802, 2011. Suplemento. doi: 10.5433/1679-0359.2011v32Suplp1793.

BARBOSA, V. S.; PELÚZIO, J. M.; AFFÉRRI, F. S.; SIQUEIRA, G. B. Comportamento de cultivares de soja, em diferentes épocas de semeaduras, visando a produção de biocombustível. Ciência Agronômica, v. 42, n. 3, p. 742-749, 2011.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Regras para análise de sementes. Brasília, DF: Mapa; ACS, 2009. 399 p.

CONDIÇÕES meteorológicas em Fraiburgo. AccuWeather, State College, 6 maio 2016. Disponível em: <https://bit.ly/2MHnNGfAcesso em: 6 maio 2016.

DINIZ, F. O.; REIS, M. S.; DIAS, L. A. S.; ARAÚJO, E. F.; SEIYAMA, T.; SEDIYAMA, C. A. Physiological quality of soybean seeds of cultivars submitted to harvesting delay and its association with seedling emergence in the field. Journal of Seed Science, v. 35, n. 2, p. 147-152, 2013. doi: 10.1590/S2317-15372013000200002.

DUFLOTH, J. H. Estudos básicos regionais de Santa Catarina. Florianópolis: Epagri, 2005. 101 p.

ESTATÍSTICAS. Associação Brasileira de Sementes e Mudas, Brasília, DF, 10 mar. 2015. Disponível em: <https://bit.ly/2PkNKbx>. Acesso em: 24 jan. 2016.

FEHR, W. R.; CAVINESS, C. E. Stage of soybean development. Ames: Iowa State University, 1977. 12 p.

FRANÇA NETO, J. B.; KRZYZANOWSKI, F. C.; COSTA, N. P. O teste de tetrazólio em sementes de soja. Londrina: Embrapa, 1998. 72 p.

GRIS, C. F.; VON PINHO, E. V. R.; ANDRADE, T.; BALDONI, A.; CARVALHO, M. L. M. Qualidade fisiológica e teor de lignina no tegumento de sementes de soja convencional e transgênica RR submetidas a diferentes épocas de colheita. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 2, p. 374-381, 2010. doi: 10.1590/S1413-70542010000200015.

LUDWIG, M. P.; DUTRA, L. M. C.; LUCCA FILHO, O. A.; ZABOT, L.; UHRY, D.; LISBOA, J. I.; JAUER, A. Características morfológicas de cultivares de soja convencionais e Roundup ReadyTM em função da época e densidade de semeadura. Ciência Rural, v. 40, n. 4, p. 759-767, 2010. doi: 10.1590/S0103-84782010000400003.

MARCOS FILHO, J. Seed vigor testing: an overview of the past, present and future perspective. Scientia Agricola, v. 72, n. 4, p. 363-374, 2015. doi: 10.1590/0103-9016-2015-0007.

MATTIONI, N. M.; SCHUCH, L. O. B.; VILLELA, F. A. Variabilidade espacial da produtividade e da qualidade das sementes de soja em um campo de produção. Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 4, p. 608-615, 2011. doi: 10.1590/S0101-31222011000400002.

PÁDUA, G. P.; ZITO, R. K.; ARANTES, N. E.; FRANÇA NETO, J. B. Influência do tamanho da semente na qualidade fisiológica e na produtividade da cultura da soja. Revista Brasileira de Sementes, v. 32, n. 3. p. 9-16, 2010. doi: 10.1590/S0101-31222010000300001.

PARDO, F. F.; BINOTTI, F. F. S.; CARDOSO, E. D.; COSTA, E. Qualidade fisiológica de sementes de soja esverdeadas em diferentes tamanhos. Revista de Agricultura Neotropical, v. 2, n. 3, p. 39-43, 2015.

PELÚZIO, J. M.; RAMO, L. N.; FIDELIS, R. R.; AFFÉRRI, F. S.; CASTRO NETO, M. D.; CORREIA, M. A. R. Influência da dessecação química e retardamento de colheita na qualidade fisiológica de sementes de soja no sul do estado do Tocantins. Bioscience Journal, v. 24, n. 2, p. 77-82, 2008.

PEREIRA, T.; COELHO, C. M. M.; SOBIECKI, M.; SOUZA, C. A. Physiological quality of soybean seeds depending on the preharvest desiccation. Planta Daninha, v. 33, n. 3, p. 441-450, 2015a. doi: 10.1590/S0100-83582015000300007.

PEREIRA, T.; COELHO, C. M. M.; SOUZA, C. A.; MANTOVANI. A.; MATHIAS, V. Dessecação química para antecipação de colheita em cultivares de soja. Semina: Ciências Agrárias, v. 36, n. 4, p. 2383-2394, 2015b. doi: 10.5433/1679-0359.2015v36n4p2383.

SILVA, F. A. S. A.; AZEVEDO, C. A. V. Versão do programa computacional Assistat para o sistema operacional Windows. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v. 4, n. 1, p. 71-78, 2002. doi: 10.15871/1517-8595/rbpa.v4n1p71-78.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO. Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Porto Alegre: SCBS, 2004. 400 p

SOUZA, C. A.; GAVA, F.; CASA, R. T.; BOLZAN, J. M.; KUHNEM JUNIOR. P. R. Relação entre densidade de plantas e genótipos de soja Roundup ReadyTM. Planta Daninha, v. 28, n. 4, p. 887-896, 2010. doi: 10.1590/S0100-83582010000400022.

TSUKAHARA, R. Y.; FONSECA, I. C. B.; SILVA, M. A. A.; KOCHINSKI, E. G.; PRESTES NETO, J.; SUYAMA, J. T. Produtividade de soja em consequência do atraso da colheita e de condições ambientais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 51, n. 8, p. 905-915, 2016. doi: 10.1590/S0100-204X2016000800002.

XAVIER, T. S.; DARONCH, D. J.; PELÚZIO, J. M.; AFFÉRRI, F. S.; CARVALHO, E. V.; SANTOS, W. F. Época de colheita na qualidade de sementes de genótipos de soja. Comunicata Scientiae, v. 6, n. 2, p. 241-245, 2015.

Publicado
2018-10-02
Seção
Artigos Científicos