Cinética de degradação ruminal in situ da matéria seca, matéria orgânica e proteína bruta da Urochloa brizantha cv. Marandu em sistema silvipastoril e monocultivo

  • Luciano Fernandes Sousa Universidade Federal do Tocantins
  • Rogerio Martins Mauricío Universidade Federal de São João Del-Re
  • Guilherme Rocha MOREIRA Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Jhone Tallison Lira de Sousa Universidade Federal do Tocatins
  • THAIS VALERIA Souza Silva Universidade Federal do Tocatins

Resumo

Objetivou-se com o presente estudo determinar a influência da arbórea bolsa-de-pastor (Zeyheria tuberculosa Vell. Bur.) em um sistema silvipastoril (SSP) quanto à cinética de degradação ruminal dos componentes bromatológicos (MS, MO, PB) da gramínea Urochloa brizantha cv. Marandu, localizado no bioma Cerrado, no município de Lagoa Santa, Minas Gerais, Brasil. O SSP foi estabelecido em 1982 em Latossolo Vermelho-Amarelo por meio da regeneração natural da espécie arbórea. O ensaio de degradabilidade ruminal in situ foi conduzido seguindo o delineamento inteiramente em parcelas subdivididas, em que as parcelas foram os sistemas testados (SSP e monocultivo de Urochloa brizantha) e as subparcelas foram os períodos de colheita durante o ano, com três repetições por tratamento. A cinética de degradação ruminal da MS e MO foi equivalente entre os sistemas estudados. Já a cinética de degradação ruminal da PB das forrageiras no SSP foi superior à cinética do monocultivo. No entanto, na estação das chuvas, todos os componentes bromatológicos estudados das forrageiras foram mais degradáveis do que nos períodos de transição, sendo que as forrageiras colhidas no período seco apresentaram menor degradabilidade.

Biografia do Autor

Luciano Fernandes Sousa, Universidade Federal do Tocantins
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (2003), mestrado em Zootecnia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005) e doutorado em Zootecnia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em avaliação de alimentos para animais ruminantes e desenvolvimento de sistemas sustentáveis para ruminantes domésticos, atuando principalmente nas seguintes áreas: sistemas silvipastoris, forragicultura, nutrição de ruminantes, degradabilidade ruminal, composição bromatológica e análise de degradabilidade ruminal via técnicas "in vitro" de produção de gases e técnicas "in situ". Atualmente é professor adjunto II da cadeira de Técnicas Experimentais dos cursos de graduação em Zootecnia e Medicina Veterinária da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e professor permanente do programa de pós-graduação em Ciência Animal Tropical da Universidade Federal do Tocantins. Ministro aulas também nos curso de especialização em produção de ruminantes (Módulo - Nutrição e Alimentação de Ruminantes) e sanidade animal (Módulos - Metodologia científica; Epidemiologia e estatística I, II, III). Ministro aulas na programa de Residência Veterinária da UFT (Disciplina - Estatística aplicada a estudos clínicos veterinários). Foi vice-coordenador do programa de pós-graduação em Ciência Animal Tropical - UFT entre julho de 2014 e agosto de 2014 e Coordenador do programa de pós-graduação em Ciência Animal Tropical - UFT entre setembro de 2014 e março de 2017. Bolsista do Programa Institucional de Produtividade em Pesquisa- PROPESQ-UFT.
Rogerio Martins Mauricío, Universidade Federal de São João Del-Re
Graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal de Lavras (1987), especialista em Irrigação e Drenagem pela Universidade Federal de Viçosa (1991), mestre em Zootecnia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993), Ph.D. em Ciência Animal pela The University of Reading - Inglaterra (1999) e Pós-doc pela Hohenheim University (Alemanha 2002). Atualmente é professor adjunto no Departamento de Engenharia de Biossistemas (DEPEB), na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Membro do programa de pós-graduação em Bioengenharia (PPBE - nível 4). Líder do Grupo de pesquisa em Bioengenharia de sistemas agropecuários (DEPEB-UFSJ) e orientador de alunos de mestrado e doutorado. É consultor ad hoc do CNPq e FAPESP, revisor dos periódicos indexados (ISI): Animal Feed Science Technology, Journal of the Science of Food and Agriculture, Livestock Science, Revista Brasileira de Zootecnia e Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, além de ser membro do corpo editorial de Livestock Research for Rural Development, Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável e Revista Agroecossistemas. Desenvolve projetos na área de Zootecnia, com ênfase em avaliação de alimentos para animais/ruminants por sistemas in vitro (produção de gases), NIRS, pastagens e sistemas silvipastoris. Mantém atuante colaboração com as seguintes instituições internacionais: Food Agriculture Organization (FAO-AGAS/Itália), International Atomic Energy Agency (IAEA/Áustria), Hohenheim University (UNI/Alemanha), The University of Sydney (Austrália), Fundación Centro para la Investigación em Sistemas Sostenibles de Produccíon Agropecuaria (CIPAV/Colômbia) e Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza (Catie/Costa Rica). Nacionais: Embrapa (CNPGL) www.researcherid.com/rid/G-3728-2013.
Guilherme Rocha MOREIRA, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (2003). Mestrado (2004) e Doutorado (2010) em Zootecnia pela UFMG. Atualmente é professor Adjunto II do Departamento de Estatística e Informática da UFRPE. Atua nas seguintes áreas: sistemas silvipastoris, forragicultura, nutrição de ruminantes, análise de alimentos, degradabilidade ruminal via técnicas "in vitro" de produção de gases e técnicas "in situ" e planejamento e análise de experimentos
Jhone Tallison Lira de Sousa, Universidade Federal do Tocatins
Possui graduação em Zootecnia pela Universidade Federal do Tocantins (2013), mestrado em Ciência Animal Tropical pela Universidade Federal do Tocantins (2015). Atualmente cursa o Doutorado em Ciência Animal Tropical pela Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em avaliação de alimentos para animais ruminantes atuando principalmente nas seguintes áreas: nutrição de ruminantes e forragicultura, degradabilidade in vitro e in situ, digestibilidade in vivo e in vitro e produção de gases in vitro.
THAIS VALERIA Souza Silva, Universidade Federal do Tocatins
Tem experiência nas áreas abrangentes da zootecnia com foco em manejo nutricional, reprodutivo, sanitário de animais domésticos e Silvestres, além de conhecimento em adubação e manejo de pastagens. Zootecnista, Mestre, e doutoranda em Ciência Animal Tropical, na linha Relação solo x planta x animal, pelo programa de Pós graduação em Ciência Animal Tropical (PPGcat) da Universidade Federal do Tocantins.

Referências

BERNARDINO, F. S.; TONUCCI, R. G.; GARCIA, R.; NEVES, J. C. L.; ROCHA, G. C. Produção de forragem e desempenho de novilhos de corte em um sistema silvipastoril: efeito de doses de nitrogênio e oferta de forragem1. Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.7, p.1412-1419, 2011.

COMPÊNDIO Brasileiro de Alimentação Animal. Métodos analíticos. Manual de procedimentos analíticos de alimentos para animais. São Paulo - Brasil: SIDIRAÇÕES RAÇÕES, 1998.

DIAS-FILHO, M. B. Degradação de pastagens: processos, causas e estratégias de recuperação. Ed. 4. Belém: Edição do Autor, abr. 2011. 215p.

HOVELL, F. D. B.; NGAMBI, J. W. W.; BARBER, W. P. et al. The voluntary intake of hay by sheep in relation to its degradability in the rumen as measured in nylon bags. Animal Production, v. 42, n. 1, p. 111-118, 1986.

McDONALD, I. A revised model for the estimation of protein degradability in the rumen. J. Agriculture Science, v. 96, n. 1, p. 251-252, 1981.

MOREIRA, G. R.; SALIBA, E. O. S.; MAURÍCIO, R. M. et al. Avaliação da Brachiaria brizantha cv. Marandu em sistemas silvipastoris. Arquivo Brasileiro Medicina Veterinária e Zootecnia, v. 61, n. 3, p. 706-713, 2009.

OFFICIAL Methods of Analysis. 13 ed. Washington: Association Official Analytical Chemists, 1995. 1015 p.

ØRSKOV, E. R.; McDONALD, I. The estimation of protein degradability in the rumen from incubation measurements weighted according to rate of passage. Journal Agriculture Science, v. 92, n. 2, p. 499-503, 1979.

ØRSKOV, E. R.; REID, G. W.; KAY, M. Predicting of intake by cattle from degradation characteristics of roughages. Animal Production, v. 46, n. 1, p. 29-34, 1988.

REIS, G. L; LANA, A. M. Q; EMERENCIANO NETO, J. V; LEMOS FILHO, J. P; BORGES, I; LONGO, R. M. Rodução e composição bromatológica do capim-marandu, sob diferentes percentuais de sombreamento e doses de nitrogênio. BIOSCI. J., v. 29, supplement 1, p. 1606-1615, 2013.

REZENDE, B. P. M; JAKELAITIS, A; TAVARES, C. J; MARANGONI, R. E; CUNHA, P. C. R. Consórcio de sorgo com espécies forrageiras. Revista Agro@mbiente On-line, v. 10, n. 1, p. 57 - 64, 2016.

RODRIGUES, R. C; LIMA, D. O.S; CABRAL, L. S; PLESE, L.P.M; SCARAMUZZA, W. L. M. P; UTSONOMYA, T. C. A; SIQUEIRA, J. C. S; A. P. R. Produção e morfofisiologia do capim brachiaria brizantha cv. xaraés sob doses de nitrogênio e fósforo, Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v.2, n.1., p.124-131, 2012.

SAMPAIO, I. B. M. Contribuições estatísticas e de técnica experimental para ensaios de degradabilidade de forragens quando avaliada in situ. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO DE RUMINANTES, 31., 1994, Maringá - PR. Anais ... Maringá - PR: SBZ, 1994. p. 81-88.

SAMPAIO, I. B. M. Experimental designs and modelling techiniques in the study of roughage degradation in the rumen and growth of ruminants. 1988. 228 f. Thesis (PhD) – University of Reading, Reading - UK.

SHEM, M. N.; ØRSKOV, E. R.; KIMAMBO, A. E. Prediction of voluntary dry-matter intake, digestible drymatter intake and growth rate of cattle from degradation characteristics. Journal Agriculture Science, v. 60, n. 1, p 65-74, 1995.

SNIFFEN, C. J.; O’CONNOR, J. D.; VAN SOEST, P. J.; et al. A net carbohydrate and protein system for evaluating cattle diets: II. Carbohydrate and protein availability. Journal Animal Scicence, v. 70, n. 11, p.3562-3577, 1992.

USER’s guide, Statistics. Cary - USA: SAS Institute Inc., 1996. 965 p.

VALENTE, B. S. M; CÂNDIDO, J.D; CUTRIM JUNIOR,J. A. A; PEREIRA, E. S; BOMFIM, M. A.D; FEITOSA, J. V. Composição químico-bromatológica, digestibilidade e degradação in situ da dieta de ovinos em capim-tanzânia sob três frequências de desfolhação1. Revista Brasileira de Zootecnia, v.39, n.1, p.113-120, 2012.

VAN SOEST, P. J. Nutritional ecology of the ruminant. Ithaca - USA: Comstock Publishing Associates - Cornell University Press. 1994. 476 p.

VITOR C.M.T; FONSECA D. M, COSER A.C; MARTINS C.E; NASCIMENTO JÚNIOR D; RIBEIRO JÚNIOR, J. I. Produção de matéria seca e valor nutritivo de pastagem de capimElefante sob irrigação e adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 3, n. 38, p. 435-442, 2011.

Seção
Artigos Científicos