Emissões de metano entérico em búfalas na Amazônia Oriental TIER 2 e hexafluoreto de enxofre

Artigo principal Conteúdo

Vinicius Costa Gomes Castro João Maria do Amaral Júnior Lucieta Guerreiro Martorano Paulo Campos Christo Fernandes Samanta do Nascimento Monteiro José de Brito Lourenço Júnior

Resumo

 No Brasil, a agropecuária é apontada como grande emissora de gases de efeito estufa (GEE), sendo os setores da pecuária e o uso do solo os que contribuem significativamente. Neste artigo se comparam as emissões de metano entérico, através do uso de equações do TIER 2, que considera a categoria do animal, o sistema de produção e a dieta, e pela técnica do gás traçador hexafluoreto de enxofre (SF6). Vinte búfalas adultas foram mantidas em baias individuais, onde recebiam dieta controlada, com níveis de adição de 0,00, 0,25, 0,50 e 1,00% de torta de dendê (Elaeis guineensis). As dietas foram semelhantes nas duas metodologias, em energia digestível e metabolizável. Esses dados experimentais foram obtidos no âmbito do Projeto PECUS. Os resultados evidenciaram médias de emissão similares entre as metodologias, exceto no tratamento com 1% de adição da torta de dendê (Tukey, 5%). A medição com o gás traçador SF6 possui sensibilidade para avaliar as emissões, entretanto, envolve custos elevados. O TIER 2 pode ser considerado alternativa de baixo custo para estimar as emissões de metano entérico de ruminantes no Bioma Amazônia.

Detalhes do Artigo

Como Citar
CASTRO, Vinicius Costa Gomes et al. Emissões de metano entérico em búfalas na Amazônia Oriental. Revista de Ciências Agrárias/Amazonian Journal of Agricultural and Environmental Sciences, [S.l.], v. 60, n. 3, p. 286-290, fev. 2018. ISSN 2177-8760. Disponível em: <http://periodicos.ufra.edu.br/index.php/ajaes/article/view/2728>. Acesso em: 24 jun. 2018.
Seção
Artigos Científicos

Referências

ABDALLA, A.L.; SILVA FILHO, J.C.; GODOI, A.R.; CARMO, C.A.; EDUARDO, J.L.P. Utilização de subprodutos da indústria de biodiesel na alimentação de ruminantes. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 37, p. 260-268, 2008.

AOAC. Official methods of analysis of the Association Analytical Chemists. 18.ed. Gaithersburg, Maryland, 2005.

BERCHIELLI, T.T.; MESSANA, J.D.; CANESIN, R.C. Produção de metano entérico em pastagens tropicais. Revista Brasileira Saúde e Produção Animal, v. 13, p. 954-968, 2012.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação – MCTI. Terceira Comunicação Nacional do Brasil à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, 2016. Disponível em:. Acesso em: 18 julho 2017.

CODOGNOTO, L.C.; PORTO, M.O.; CAVALI, J.; FERREIRA, E; STACHIW, R. Alternativas de mitigação de emissão de metano entérico na pecuária. Revista Brasileira de Ciências da Amazônia, v. 3, n. 1, p. 81-92, 2014.

HOLLMANN, M.; BEEDE, D.K. Enteric methane emissions and lactational performance of Holstein cows fed different concentrations of coconut oil. Journal of Dairy Science, v. 95, p. 2.602-2.615, 2012.

IPCC. Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories: Chapter 10: Emissions from Livestock and Manure Management. Volume 4: Agriculture, Forestry and Other Land Use, 2006.

JOHNSON, K.A.; HUYLER, M.T.; WESTBERG, H.H.; LAMB, B.K.; ZIMMERMAN, P. Measurement of methane emissions from ruminant livestock using a SF6 tracer technique. Environmental Science e Technology, v. 28, p. 359-362, 1994.

MEEHL, G.A.; COVEY, C.; TAYLOR, K.E.; DELWORTH, T.; STOUFFER, R.J.; LATIF, M.; MCAVANEY, B.; MITCHELL, J.F.B. THE WCRP CMIP3 Multimodel Dataset: A New Era in Climate Change Research. Bull. American Meteorological Society, v. 88, p. 1.383–1.394, 2007.
MORGADO, E.S.; EZEQUIEL, J.M.B.; GALZERANO, L.; HOMEM JUNIOR, A.C. Produção in vitro de CH4 e CO2 em líquido ruminal de ovinos alimentados com dietas contendo alto teor de amido ou fibra solúvel em detergente neutro associado ou não ao óleo de girassol. Revista Científica de Produção Animal, v. 14, n. 1. p. 81-84, 2012.

NICACIO, A.C.; NUNEZ, A.J.C.; MARINO, C.T.; NOGUEIRA, E.; FELTRIN, G.B.; OLIVEIRA, L.O.F.; ALBERTINI, T.Z.; BUNGENSTAB, D.J.; GOMES, R.C.; MEDEIROS, S.R. Nutrição de bovinos de corte: fundamentos e aplicações. 1. ed. Brasília-DF: Embrapa, 2015. 176p.

NRC. National Research Council. Nutrient Requirements of Domesticated Ruminants, 2007. 362p.

PEREIRA, G.F.C.; CAVALCANTE, E.O.; LIMA, E.I.M.; TORRES, T.R.; SILVA, J.R.C.; SILVA, D.C. Plant extracts as phytogenic additives considering intake, digestibility, and feeding behavior of sheep. Tropical Animal Health and Production, v. 49, p. 353-359, 2017.

SEEG – Sistema de estimativa de emissão de gases de efeito estufa. Disponível em:< http://seeg.eco.br/>. Acesso em: 01 maio 2016.

VAN SOEST, P.J.; ROBERTSON, J.B.; LEWIS, B.A. Methods for dietary fiber, neutral detergent fiber, and nonstarch polysaccharides in relation to animal nutrition. Journal of Dairy Science, v. 74, n. 10, p. 3.583-3.597, 1991.

WESTBERG, H.H.; JOHNSON, K.A.; COSSALMAN, M.W.; MICHAL, J.J. A SF6 tracer technique: methane measurement from ruminants. Washington State University, Pullman, Washington, 1998. 40p.