Cultivo mínimo é o sistema recomendado para introdução da Brachiaria brizantha em Latossolo na Amazônia

  • Marcos Rodrigues Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Departamento de Ciência do Solo
  • Flávio Henrique Silveira Rabêlo Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/Pós-graduando
  • Heber Augusto de Castro Universidade do Estado do Mato Grosso, Departamento de Agronomia
  • Delmonte Roboredo Universidade do Estado do Mato Grosso, Departamento de Agronomia
  • Marco Antonio Camillo de Carvalho Universidade do Estado do Mato Grosso
  • Cassiano Garcia Roque Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Brachiaria brizantha, Compactação, Densidade do solo, Penetrômetro de impacto, Umidade do solo

Resumo

Solos com baixos teores de matéria orgânica e alta compactação limitam a produtividade agrícola e podem comprometer a sustentabilidade dos ecossistemas (e.g. Amazônico). Existem poucos estudos demonstrando o efeito de sistemas de uso e manejo em solos da região Amazônica, o que dificulta a compreensão desse efeito sobre a sustentabilidade desse ecossistema. Diante disso, objetivou-se neste artigo avaliar o efeito de sistemas de uso e manejo do solo em atributos físicos e no estoque de carbono em um Latossolo Vermelho- Amarelo na Amazônia. As avaliações foram realizadas nas profundidades de 0-10; 10-20; 20-30 e 30-40 cm de solo submetido aos sistemas de uso e manejo: cultivo mínimo, plantio convencional, pastagem nativa e floresta nativa. As maiores densidades do solo foram verificadas em área de pastagem de Brachiaria brizantha, implantada após sistema de preparo convencional, e em área de pastagem nativa. Os maiores teores de carbono orgânico total e estoque de carbono no solo foram encontrados em área de floresta nativa e de B. brizantha implantada após cultivo mínimo, na camada de 0-10 cm de profundidade. Portanto o cultivo mínimo é o sistema de uso e manejo do solo mais indicado para a introdução da B. brizantha na Amazônia.

Biografia do Autor

Flávio Henrique Silveira Rabêlo, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"/Pós-graduando
Departamento de Ciência do Solo - Atua em temas relacionados à avaliação de alimentos para animais, produção e conservação de forragens e nutrição e adubação de plantas forrageiras, com ênfase em adubação sulfatada e estresse oxidativo.

Referências

ARAÚJO, E. A.; LANI, J. L.; AMARAL, E. F.; GUERRA, A. Uso da terra e propriedade físicas e químicas de argissolo amarelo distrófico na Amazônia ocidental. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 28, n. 2, p. 307-315, 2004. doi: 10.1590/S0100-06832004000200009.

ARAÚJO, E. A.; KER, J. C.; MENDONÇA, E. S.; SILVA, I. R.; OLIVEIRA, E. K. Impacto da conversão floresta: pastagem nos estoques e na dinâmica do carbono e substâncias húmicas do solo no bioma amazônico. Acta Amazonica, v. 41, n. 1, p. 103-114, 2011. doi: 10.1590/S0044-59672011000100012.

BELANGER, E.; LUCOTTE, M.; MOINGT, M.; PAQUET, S.; OESTREICHER, J.; ROZON, C. Altered nature of terrestrial organic matter transferred to aquatic systems following deforestation in the Amazon. Applied Geochemistry, v. 87, p. 136-145, 2017. doi: 10.1016/j.apgeochem.2017.10.016.

BLANCO-CANQUI, H.; STONE, L. R.; SCHLEGEL, A. J.; LYON, D. J.; VIGIL, M. F.; MIKHA, M. M.; STAHLMAN, P. W.; RICE, C. W. No-till induced increase in organic carbon reduces maximum bulk density of soils. Soil Science Society of America Journal, v. 73, n. 6, p. 1871-1879, 2009. doi: 10.2136/sssaj2008.0353.

BONILLA-BEDOYA, S.; LÓPEZ-ULLOA, M.; VANWALLEGHEM, T.; HERRERA-MACHUCA, M. A. Effects of land use change on soil quality indicators in forest landscapes of the Western Amazon. Soil Science, v. 182, n. 4, p. 128-136, 2017. doi: 10.1097/SS.0000000000000203.

BONINI, I.; MARIMON-JUNIOR, B. H.; MATRICARDI, E.; PHILIPS, O.; PETTER, F.; OLIVEIRA, B.; MARIMON, B. S. Collapse of ecosystem carbon stocks due to forest conversion to soybean plantations at the Amazon-Cerrado transition. Forest Ecology and Management, v. 414, p. 64-73, 2018. doi: 10.1016/j.foreco.2018.01.038.

BURTAN, L.; VRINCEANU, A.; SIRBU, C.; CIOROIANU, T.; DUMITRASCU, M.; POPOVICI, M. Economic analysis between minimum tillage and conventional system. Journal of Environmental Protection and Ecology, v. 18, n. 3, p. 1289-1294, 2017.

CORAZZA, E. J.; SILVA, J. E.; RESCK, D. V. S.; GOMES, A. C. Comportamento de diferentes sistemas de manejo como fonte ou depósito de carbono em relação à vegetação de Cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 23, n. 2, p. 425-432, 1999. doi: 10.1590/S0100-06831999000200025.

DORTZBACH, D.; PEREIRA, M. G.; BLAINSKI, E.; GONZALEZ, A. P. Carbon stock and natural abundance of 13C as a function of conversion of forest and grassland areas in Southern Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 39, n. 6, p. 1643-1660, 2015. doi: 10.1590/01000683rbcs20140531.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de solo. Rio de Janeiro: Embrapa; CNPS, 1997. 212 p.

HAQUE, M. E.; BELL, R. W.; ISLAM, M. A.; RAHMAN, M. A. Minimum tillage unpuddled transplanting: an alternative crop establishment strategy for rice in conservation agriculture cropping systems. Field Crops Research, v. 185, p. 31-39, 2016. doi: 10.1016/j.fcr.2015.10.018.

KÖPPEN, W.; GEIGER, R. Klimate der Erde. Gotha: Justus Perthes, 1928.

MURPHY, S. R.; BOSCHMA, S. P.; HARDEN, S. Soil water dynamics and dry-matter production of old man saltbush-, native grass- and lucerne-based pastures in a variable summer-dominant rainfall environment, Australia. Grass and Forage Science, v. 72, n. 2, p. 290-307, 2017. doi: 10.1111/gfs.12239.

MYSTER, R. W. The physical structure of forests in the Amazon Basin: a review. The Botanical Review, v. 82, n. 4, p. 407-427, 2016. doi: 10.1007/s12229-016-9174-x.

RODRIGUES, M.; RABÊLO, F. H. S.; CASTRO, H. A.; ROBOREDO, D.; CARVALHO, M. A. C.; ROQUE, C. G. Changes in chemical properties by use and management of an Oxisol in the Amazon biome. Caatinga, v. 30, n. 2, p. 278-286, 2017. doi: 10.1590/1983-21252017v30n202rc.

ROSOLEM, C. A.; PIVETTA, L. A. Mechanical and biological approaches to alleviate soil compaction in tropical soils: assessed by root growth and activity (Rb uptake) of soybean and maize grown in rotation with cover crops. Soil and Use Management, v. 33, n. 1, p. 141-152, 2017. doi: 10.1111/sum.12313.

SILVA FILHO, E. P.; COTTAS, L. R.; MARINI, G. B. S. Avaliação da compactação dos solos em áreas de pastagens e florestas em Porto Velho-Rondônia. Boletim de Geografia, v. 28, n. 1, p. 145-155, 2010. doi: 10.4025/bolgeogr.v28i1.8441.

STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 15, n. 2, p. 229-235, 1991.

SOUZA, Z. M.; ALVES, M. C. Movimento de água e resistência à penetração em um latossolo vermelho distrófico de Cerrado, sob diferentes usos e manejos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 7, n. 1, p. 18-23, 2003. doi: 10.1590/S1415-43662003000100004.

SOUZA-FILHO, P. W. M.; SOUZA, E. B.; SILVA JÚNIOR, R. O.; NASCIMENTO JÚNIOR, W. R.; MENDONÇA, B. R. V.; GUIMARÃES, J. T. F.; DALL’AGNOL, R.; SIQUEIRA, J. O. Four decades of land-cover, land-use and hydroclimatology changes in the Itacaiunas River watershed, southeastern Amazon. Journal of Environmental Management, v. 167, p. 175-184, 2016. doi: 10.1016/j.jenvman.2015.11.039.

ZONTA, E. P.; MACHADO, A. A. Sanest: sistema de análise estatística para microcomputadores. Pelotas: UFPel, 1987. 138 p.

Publicado
2018-09-25
Seção
Artigos Científicos