Desempenho agroeconômico do coentro em diferentes densidades de semeadura

Palavras-chave: Coriandrum sativum L., Produtividade, Custo econômico

Resumo

Para o coentro, o ajuste da densidade de semeadura é importante para obtenção de uma maior produtividade. Assim, objetivou-se recomendar a densidade de semeadura mais efetiva para melhoria da produtividade e rentabilidade econômica do coentro. O experimento foi realizado no delineamento em blocos ao acaso, com cinco tratamentos (2; 4; 6; 8; 10 g m-1 linear de sulco) e quatro repetições. Avaliou-se o número de folhas e de plantas (NF e NP), comprimento da raiz e parte aérea (CR e CPA), massa fresca e seca da raiz e parte aérea (MFR, MFPA, MSR e MSPA), produtividade e custo econômico. Conforme aumentou a densidade de semeadura, houve um incremento linear para o CPA, NP, MFR e MSR. Para CR e NF houve comportamento linear decrescente. A produtividade, MFPA e MSPA ajustou-se a uma função quadrática, com densidade máxima de 5,4 g m-1 e produtividade de 9,6 t ha-1. A densidade de semeadura de 5,4 g m-1 é a que possibilita a obtenção dos melhores resultados de produtividade e viabilidade econômica para a produção de coentro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, J. L. M.; SPAROVEK, G. Koppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Stuttgart, v. 22, n. 6, p. 711-728, 2013.

ARAÚJO NETO, S. E.; FERREIRA, R. L. F.; PONTES, F. S. T. Rentabilidade da produção orgânica de cultivares de alface com diferentes preparos do solo e ambiente de cultivo. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n. 5, p. 1362-1368, ago. 2009.

CASTRO, P. R. C.; KLUGE, R. A.; PERES, L E. P. Manual de fisiologia vegetal: teoria e prática. Piracicaba: Ceres, 2005. 650 p.

CEASA. Sistema de informação de mercado agrícola de ceasa maracanaú – SIMA. Maracanaú: Ceasa, 2016. Disponível em: https://bit.ly/2ScGC1N. Acesso em: 11 maio 2016.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, nov.-dez. 2011.

INMET. Dados meteorológicos de Fortaleza: estações automáticas. Inmet, Brasília, 22 maio 2012. Disponível em: https://bit.ly/2jA9YYY. Acesso em: 5 jul. 2016.

LARCHER, W. Ecofisiologia vegetal. São Carlos: Rima, 2006. 531 p.

LIMA, J. S. S.; BEZERRA NETO, F.; NEGREIROS, M. Z.; FREITAS, K. K. C.; BARROS JÚNIOR, A. P. Desempenho agroeconômico de coentro em função de espaçamentos e em dois cultivos. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 38, n. 4, p. 407-413, out.-dez. 2007.

LIMA, J. S. S.; CHAVES, A. P.; BEZERRA NETO, F.; SANTOS, E. C.; OLIVEIRA, F. S. Produtividade da cenoura, coentro e rúcula em função de densidades populacionais. Revista Verde, Mossoró, v. 8, n.1, p. 110-116, jan.-mar. 2013.

LINHARES, P. C. F.; PEREIRA, M. F. S.; MOREIRA, J. C.; PAIVA, A. C. C.; ASSIS, J. P.; SOUSA, R. P. Rendimento do coentro (Coriandrum sativum L.) adubado com esterco bovino em diferentes doses e tempos de incorporação no solo. Revista Brasileira Plantas Medicinais, Campinas, v. 17, n. 3, p. 462-467, 2015.

LOPES, W. A. R.; NEGREIROS, M. Z.; TEÓFILO, T. M. S.; ALVES, S. S. V.; MARTINS, C. M.; NUNES, G. H. S.; GRANGEIRO, L. C. Produtividade de cultivares de cenoura sob diferentes densidades de plantio. Revista Ceres, Viçosa, v. 55, n. 5, p. 482-487, 2008.

LUZ, J. M. Q.; CALÁBRIA, I. P.; VIEIRA, J. V.; MELO, B.; SANTANA, D. G.; SILVA, M. A. D. Densidade de plantio de cultivares de cenoura para processamento submetidas a adubações química e orgânica. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 26, n. 2, p. 276-280, 2008.

MOTA JÚNIOR, C. V.; OLIVEIRA, J. M.; MOTA, L. C. B. M. Avaliação da qualidade e produtividade da cenoura com diferentes densidades de plantio. Global Science and Technology, Rio Verde, v. 7, n. 1, p. 1-6, jan.-abr. 2014.

REGHIN, M. Y.; OTTO, R. F.; VINNE, J. V. D. Efeito da densidade de mudas por célula e do volume da célula na produção de mudas e cultivo da rúcula. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 28, n. 2, p. 297-295, mar.-abr. 2004.

RESENDE, A. L. S.; FERREIRA, R. B.; SOUZA, B. Atratividade de adultos de Chrysoperla externa (Hagen, 1861) aos compostos voláteis de coentro, endro e erva-doce (Apiaceae) em condições de laboratório. Revista Ceres, Viçosa, v. 62, n. 1, p. 37-43, jan.-fev. 2015.

RESENDE, G. M.; COSTA, N. D.; YURI, J. E.; FERREIRA, J. C.; MOTA, J. H. Densidade de plantio na cultura da cenoura no Submédio do Vale do São Francisco. Scientia Plena, São Cristóvão, v. 12, n. 4, p. 1-7, 2016.

SANTOS, R. H. S.; MAPELI, N. C.; SIQUEIRA, R. S.; SOUZA, J. L.; FREITAS, G. B. Produção orgânica de hortaliças: raízes, tubérculos e rizomas. Brasília: Senar, 2005. 88 p.

SEBRAE. Cheiro-verde: saiba como cultivar hortaliças para semear bons negócios. Brasília: Sebrae, 2011. 32 p. Disponível em: https://bit.ly/2N9jRLz. Acesso em: 18 junho 2016.

SOUSA, V. L. B.; LOPES, K. P.; COSTA, C. C.; PÔRTO, D. R. Q.; SILVA, D. S. O. Tratamento pré germinativo e densidade de semeadura de coentro. Revista Verde, Mossoró, v. 6, n. 2, p. 21-26, 2011.

SOUZA, B. P.; SIMÕES, A. C.; ALVES, G. K. E. B.; FERREIRA, R. L. F.; ARAÚJO NETO, S. E. Produtividade e rentabilidade de cebolinha orgânica sob diferentes densidades de plantio e métodos de colheita. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 11, n. 21, p. 1576-1585, 2015.

TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MØLLER, I. M.; MURPHY, A. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 888 p.

TURBIN, V. A.; SOKOLOV, A. S.; KOSTERNA, E.; ROSA, R. Effect of plant density on the growth, development and yield of Brussels sprouts (Brassica oleracea L. var. gemmifera L). Acta Agrobotanica, Lublin, v. 67, n. 4, p. 51-58, 2014.

Publicado
2019-03-21
Seção
Artigos Científicos

Artigos mais lidos pelo(s) mesmo(s) autor(es)