Classificação climática para o estado do Amazonas segundo as zonas de vida de Holdridge

Palavras-chave: Climatologia, Biotemperatura, Zoneamento florestal

Resumo

As zonas de vida de Holdridge são baseadas nas relações entre precipitação, temperatura, pisos altitudinais e latitude, sendo úteis em aplicações ecológicas, particularmente em áreas tropicais. O objetivo do presente estudo foi realizar a classificação do clima dos municípios do estado do Amazonas de acordo com as zonas de vida de Holdridge e compará-lo com a classificação de Köppen e de cobertura de vegetação original do estado. Os resultados indicaram biotemperaturas variando de 22,9 a 26,5 °C, se distribuindo de maneira crescente no sentido oeste-leste do estado. Foram encontradas cinco zonas de vida de Holdridge, sendo floresta úmida tropical basal e floresta úmida/floresta muito úmida tropical basal as mais relevantes, ocupando cerca de 85% da área do estado. Três zonas de vida apresentam 100% de correspondência com classificação Af de Köppen, sendo que as demais zonas de vida obtiveram correspondências superiores a 75% com o mesmo tipo climático. Verificou-se que todas as zonas de vida se enquadraram nas vegetações ombrófila aberta, ombrófila densa e campinarana. Dessa maneira, o sistema de zonas de vida de Holdridge demonstrou-se satisfatório para a classificação do clima no estado, apresentando boa correspondência com o mapa de vegetação e classificação de Köppen.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Condé Alves, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Av. Prefeito Lothário Meissner, 632, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

Andressa Tres, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Av. Prefeito Lothário Meissner, 632, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

Ronaldo Viana Soares, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Av. Prefeito Lothário Meissner, 632, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

William Thomaz Wendling, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Av. Prefeito Lothário Meissner, 632, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

Alexandre França Tetto, Universidade Federal do Paraná

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Av. Prefeito Lothário Meissner, 632, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil

Referências

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, J. L. M.; SPAROVEK, G. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Stuttgart, v. 22, n. 6, p. 711-728, 2013.

AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. 9. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

ELOI, C. M. de A. Enquadramento das “zonas de vida” de Holdridge na classificação climática de Minas Gerais. 2001. Dissertação (Mestrado em Meteorologia Agrícola) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001.

GUIMARÃES, F. S.; BUENO, G; T. As campinas e campinaranas amazônicas. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 26, n. 45, p. 113-133, 2016.

HOLDRIDGE, L. R. Life zone ecology. Tropical Science Center: San Jose, 1967.

HOLDRIDGE, L. R. Ecologia basada en zonas de vida. Costa Rica: Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura, 2000.

IBGE. [Estado do Amazonas]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/am/panorama. Acesso em: 31 set. 2018.

IBGE. Manual técnico da vegetação brasileira. 2. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012.

LUGO, A. E. The Holdridge life zones of the conterminous United States in relation to ecosystem mapping. Journal of Biogeograph, Hoboken, v. 26, p. 1025-1038, 1999.

MASTELLA, A. D. F.; JÚNIOR, S. I.; TRES, A.; TETTO, A. F.; WENDLING, W. T.; SOARES, R. V. Classificação do estado de Goiás e do Distrito Federal segundo o sistema de zonas de vida de Holdridge. Revista Brasileira de Geografia Física, Recife, v. 12, n. 2, p. 443-456, 2019.

MILANO, M. S.; BRASSIOLO, M. M.; SOARES, R. V. Zoneamento ecológico experimental do estado do Paraná segundo o sistema de zonas de vida de Holdridge. Revista Floresta, Curitiba, v. 17, n. 1-2, p. 65-72, 1987.

NASCIMENTO, T. S. do; SARAIVA, J. M. B.; SENNA, R.; AGUIAR, F. E. O. Preenchimento de falhas em banco de dados pluviométricos com base em dados do Cpc (Climate Prediction Center): estudo de caso do Rio Solimões-Amazonas. Revista Brasileira de Climatologia, Curitiba, v. 7, n. 7, p. 143-158, 2010.

NOGUEIRA, A. C.; KUNIYOSHI, Y. S.; SOARES, R. V. Zonas de vida para o estado de Santa Catarina segundo a classificação das formações vegetais de Holdridge. Revista Floresta, Curitiba, v. 17, n. 1-2, p. 103-112, 1987.

OMETTO, J. C. Bioclimatologia vegetal. São Paulo: Ceres, 1981.

ROLIM, G. S.; PAES DE CAMARGO, M. B.; LANIA, D. G.; LEITE DE MORAES, F. J. Classificação climática de Köppen e de Thornthwaite e sua aplicabilidade na determinação de zonas agroclimáticas para o estado de São Paulo. Bragantia, Campinas, v. 66, n. 4, p. 711-720, 2007.

SOARES, R. V.; BATISTA, A. C.; TETTO, A. F. Meteorologia e climatologia florestal. Curitiba: Fupef, 2015.

TATLI, H.; DALFES, H. N. Defning Holdridge’s life zones over Turkey. International Journal of Climatology, Hoboken, Estados Unidos, v. 131, n. 1, p. 1-9, 2015.

TORRES, F. T. P.; MACHADO, P. J. O. Introdução à climatologia. São Paulo: Geographica, 2008.

TRES, A. Classificação climática para o Brasil segundo as zonas de vida de Holdridge. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2016.

TRES, A.; TETTO, A. F.; SOARES, R. V.; WENDLING, W. T.; MENGATTO, A. P. R. Classificação do estado de Mato Grosso segundo sistema de zonas de vida de Holdridge. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 13, n. 23, p. 329-343, 2015.

VALÉRIO, D. A.; TRES, A.; TETTO, A. F.; SOARES, R. V.; WENDLING, W. T. Classificação do estado do Rio Grande do Sul segundo o sistema de zonas de vida de Holdridge. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 28, n. 4, p. 1776-1788, 2018.

VELARDE, S. J.; MALHI, Y.; MORAN, D.; WRIGHT, J.; HUSSAIN, H. Valuing the impacts of climate change on protected areas. Ecological Economics, Amsterdam, v. 53, n. 1, p. 21-33, 2005.

YUE, T.; DU, Z.; LU, M.; FAN, Z.; WANG, C.; TIAN, Y.; XU, B. Surfacemodelling of ecosystem responses to climatic change in Poyang Lake Basin of China. Ecological Modeling, Amsterdam, v. 1, n. 306, p. 16-23, 2015.

Publicado
2019-09-26
Seção
Artigos Científicos