Secagem e armazenamento de sementes de Handroanthus impetiginosus (Mart. ex DC.) Mattos (Bignoniaceae)

Palavras-chave: germinação, ipê, longevidade, qualidade fisiológica

Resumo

A conservação das sementes de Handroanthus impetiginosus pode ser afetada por alguns fatores como o conteúdo de umidade das sementes e as condições de armazenamento. Dessa forma, objetivou-se avaliar a influência da secagem e da temperatura do local de armazenamento na qualidade fisiológica das sementes de H. impetiginosus. O trabalho foi dividido em dois experimentos: no primeiro, as sementes foram, previamente, submetidas a secagem (20ºC e UR 49%) e armazenadas em ambiente de laboratório por 30 e 90 dias. Em seguida, realizou-se os testes grau de umidade, germinação e envelhecimento acelerado. No segundo experimento, após o processo de secagem (20 ºC), as sementes foram armazenadas em refrigerador e em ambiente de laboratório, por 0, 30, 60, 120 e 180 dias e avaliadas pelo teste de germinação. A secagem proporcionou aumento na germinação inicial das sementes de 88% para 91%, além de manter-se estável nos períodos de envelhecimento acelerado. Após 90 dias de armazenamento no ambiente observou-se uma queda drástica para 0% de viabilidade das sementes. Entretanto, quando armazenadas em refrigerador a germinação das sementes manteve-se estável em todo período avaliado, em torno de 96% de germinação. Assim, concluiu-se que a secagem não contribuiu para a manutenção da qualidade fisiológica das sementes durante o armazenamento. Contudo, o armazenamento das sementes em refrigerador manteve alta qualidade fisiológica durante todo o período avaliado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, I. P.; SOUZA, J. G.; BARBEDO, C. J. Análise comparativa das taxas de deterioração de sementes ortodoxas de Erythrina speciosa e recalcitrantes de Eugenia spp. Iheringia, Série Botânica, v. 76, p. 1-6 2021. DOI: 10.21826/2446-82312021v76e2021013.

BARBOSA, R. D.; FERREIRA, S. A. N. Emergência, desenvolvimento da plântula e tolerância ao dessecamento de sementes de socoró (Mouriri guianensis Aubl.). Revista de Ciências Agrárias, v. 64, n. 1, p. 1-8, 2021.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Brasília: Mapa/ACS, 2009. 399 p.

COOLBEAR, P.; FRANCIS, A.; GRIERSON, D. The effect of low temperature pre-sowing treatment on the germination performance and membrane integrity of artificially aged tomato seeds. Journal of Experimental Botany, v. 35, n. 11, p. 1609-1617, 1984. DOI: 10.1093/jxb/35.11.1609.

EBONE, L. A.; CAVERZAN, A.; CHAVARRIA, G. Physiologic alterations in orthodox seeds due to deterioration processes. Plant Physiology and Biochemistry, v. 145, p. 34-42, 2019. DOI: 10.1016/j.plaphy.2019.10.028.

LI, X. Z.; SIMPSON, W. R.; SONG, M. L.; BAO, G. S.; NIU, X. L.; ZHANG, Z. H.; XU, H. F.; LIU, X.; LI, Y. L.; LI, C. J. Effects of seed moisture content and Epichloe endophyte on germination and physiology of Achnatherum inebrians. South African Journal of Botany, v. 134, p. 407-414, 2020. DOI: 10.1016/j.sajb.2020.03.022.

MACIEL, C. G.; RIBEIRO, G. M. S.; LIMA, D. S. S.; OLIVEIRA, S. L. A.; PESSOA, A. C. Storage of ipê seeds in different packages and environments. Scientific Electronic Archives, v. 13, n. 6, p. 36-39, 2020. DOI: 10.36560/13620201002.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962. DOI: 10.2135/cropsci1962.0011183X000200020033x.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Londrina: ABRATES, 2015. 660 p.

MORAES, K. N. O.; OLIVEIRA, F. N. L.; BENTO, M. C.; BRITO, R. S.; MESQUITA, A. G. G. Classificação fisiológica de sementes florestais quanto a tolerância à dessecação e armazenamento. Revista Verde, v. 15, n. 1, p. 1-5, 2020. DOI: 10.18378/rvads.v15i1.6625.

NERY, F. C.; PRUDENTE, D. O.; ALVARENGA, A. A.; PAIVA, R.; NERY, M. C. Storage of Calophyllum brasiliense Cambess Seeds. Brazilian Journal of Biology, v. 77, n. 3, p. 431-436, 2017. DOI: 10.1590/1519-6984.08115.

OLIVEIRA, A. K. M.; ALVES, F. F.; FERNANDES, F. Germinação de sementes de Vochysia divergens após armazenamento em três ambientes. Ciência Florestal, v. 28, n. 2, p. 525-531, 2018. DOI: 10.5902/1980509832035.

PELISSARI, F.; JOSÉ, A. C.; FONTES, M. A. L.; MATOS, A. C. B.; PEREIRA, W. V. S.; FARIA, J. M. R. A probabilistic model for tropical tree seed desiccation tolerance and storage classification. New Forests, v. 49, p. 143-158, 2018. DOI: 10.1007/s11056-017-9610-8.

R development core team. R: a language and enviroment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing. Disponível em: https://www.r-project.org/. Acesso em: 20 de maio de 2020.

RAHMAWATI; AQIL, M. The effect of temperature and humidity of storage on maize seed quality. IOP Conference Series: Earth and Environmental Science, v. 484, p. 012116, 2020. DOI: 10.1088/1755-1315/484/1/012116.

ROBERTS, E. H. Predicting the storage life of seeds. Seed science and technology, v. 1, n. 3, p. 499-514, 1973.

SHIBATA, M.; COELHO, C. M. M.; OLIVEIRA, L. M.; GARCIA, C. Envelhecimento acelerado de sementes de ipê em condições controladas de armazenamento. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 2, p. 247-254, 2012. DOI: 10.1590/S0101-31222012000200009.

SILVA, D.; STUEPP, C. A.; WENDLING, I.; HELM, C. V.; ANGELO, A. C. Physiological and biochemical changes in Cedrela fissilis seeds during storage. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 55, n. 1, p. 1-8, 2020. DOI: 10.1590/S1678-3921.pab2020.v55.01309.

SILVA, G. R. Produção, Tecnologia e Armazenamento de Sementes. Londrina: Educacional S.A, 2019. 192 p.

SOLBERG, S. Ø.; YNDGAARD, F.; ANDREASEN, C.; BOTHMER, R. V.; LOSKUTOV, I. G.; ASDAL, Å. Long-Term storage and longevity of orthodox seeds: A systematic review. Frontiers in Plant Science, v. 11, p. 1-14, 2020. DOI: 10.3389/fpls.2020.01007.

VARGAS-FIGUEROA, J. A. V.; TORRES-GONZÁLEZ, A. M. Germination and seed conservation of a pioneer species, Tecoma stans (Bignoniaceae), from tropical dry forest of Colombia. Revista de Biologia Tropical, v. 66, n. 2, p. 918-936, 2018. DOI: 10.15517/rbt.v66i2.33423.

VITIS, M.; HAY, F. R.; DICKEY, J. B.; TRIVEDI, C.; CHOI, J.; FIEGENER, R. Seed storage: maintaining seed viability and vigor for restoration use. Restoration Ecology, v. 28, n. 3, p. 249-255, 2020. DOI: 10.1111/rec.13174.

ZHANG, K.; ZHANG, Y.; SUN, J.; MENG, J.; TAO, J. Deterioration of orthodox seeds during ageing: Influencing factors, physiological alterations and the role of reactive oxygen species. Plant Physiology and Biochemistry, v. 158, p. 475-485, 2021. DOI: 10.1016/j.plaphy.2020.11.031.

Publicado
2021-09-21
Seção
Artigos Científicos